quinta-feira, abril 26, 2007

Tamanho e (com acento) documento.

Vão lançar um controle remoto de televisão minúsculo. Ainda não há fotos do futuro produto, mas dizem que é do tamanho de um Ipod shuffle e,com ele, você vai poder gravar programs diretamente da tv, programando o que você quer assistir, tipoassimseilá, montar sua grade horária.

Mas eu não vim aqui para isso. Eu vim para cornetar.


Eu ODEIO coisas nanotecnológicas. Pra mim, tudo que é minúsculo é frágil. Eu curtia o game boy tijolo, o Ipod maiorzinho (que eu tanto procurei) e odeio palm tops. Só gosto de celulares pequenos, porque eles se perdem no seu bolso e eu não preciso atender.

Poxa! Somos pessoas muito visuais. Gostamos de ícones grandes. Aumentamos o zoom no Word e sempre colocamos títulos e imagens exagerados nos layouts de anúncios. Não é à toa. Quanto menor os objetos são, menor a nossa atenção para eles! E também fica mais fácil de perdê-los.

Sou a favor da modernidade. Não me confundam com uma velhinha que não gosta de computador e quer só a velha televisão preto e branca. Só sou contra coisas nano. Excessivamente pequenas. O legal é ter um controle remoto cheio de botões, todos coloridos e que acendam luzinhas. Daqueles que sua vó coloca papel filme em volta para não sumir os números das teclas.

Portanto, repito: apenas odeio a nanotecnologia.

FIM. Bem grande.

2 comentários:

geo. disse...

vc fala isso pq é pequena.

hahaha

beijo mari

picanha disse...

O legal eh gastar um metro de filme plastico para encobrir o controle remoto.
o legal eh usar as pilhas do controle remoto no diskman.
o legal eh caixas de som maiores que o criado mudo.
o mundo maior eh bem mais legal.

gostei do seu blog mari.

PS: vc fala isso pq eh baixinhA !
bjos (pode mandar beijo depois do ps ??)